Alta Joalheria

Quais são as pedras preciosas: saiba quais são e suas características

16 de janeiro de 2024

Quais são as pedras preciosas

COMPARTILHE

Desde tempos imemoriais, as pedras preciosas geram um fascínio irresistível sobre a humanidade, não apenas por sua beleza, mas também por suas propriedades.

Essas gemas, formadas ao longo de milhões de anos sob a pressão implacável das entranhas da Terra, são como verdadeiras obras de arte da natureza. 

Existem inúmeras pedras preciosas, mas a humanidade se interessa principalmente por 6 tipos, que são utilizadas para joias de luxo, relógios, alianças e outros. 

Para você conhecer melhor essas pedras preciosas, vamos fazer um tour através de suas principais variações, mostrando suas características que as tornam únicas.

Então, está preparado para ingressar no mundo das pedras preciosas? Continue conosco e boa leitura! 

Quais são as pedras preciosas?

Mas afinal, quais são as pedras preciosas? Existem 6 pedras preciosas que são fascinantes aos olhos dos entusiastas e consumidores de peças de luxo. 

Elas estão entre nós há anos e sempre foram vistas como pedras extremamente preciosas. Vamos conhecer um pouco mais sobre elas? Veja abaixo! 

Esmeralda

Esmeralda

As esmeraldas, com sua tonalidade verde exuberante, são quase tesouros cintilantes que capturam a imaginação há séculos. 

Sendo caracterizadas pela presença de cromo e vanádio, sua cor varia desde um verde suave até tonalidades intensas e profundas. 

As variedades mais valiosas exibem um verde vibrante, saturado e homogêneo, sem inclusões excessivas, que muitas vezes são conhecidas como “jardins” dentro da pedra.

As esmeraldas são frequentemente lapidadas em cortes que maximizam sua cor e brilho, como o corte esmeralda clássico. 

Devido à sua beleza, as esmeraldas são frequentemente incorporadas em anéis, colares e brincos de alta joalheria, oferecendo elegância e um toque de natureza às peças. 

Rubis

rubis

Os rubis, com sua intensidade ardente, são como verdadeiros embaixadores da paixão e elegância na humanidade. 

São classificados como variedades de corindons vermelhos, possuindo uma grande variedade de tonalidades, sendo os tons mais valiosos um vermelho profundo. 

Por séculos, são reverenciados como símbolos de poder e proteção, sendo usados especialmente em anéis de noivado, colares e pulseiras. 

Seu brilho excepcional e durabilidade fazem deles uma escolha popular para peças que resistem ao teste do tempo. 

Os rubis, devido à sua cor cativante, continuam a ser destaque no mundo da joalheria, encantando amantes de gemas preciosas com sua beleza atemporal.

Diamante

Diamante

Não podíamos deixar de falar do queridinho da joalheria: o diamante! Eles são um eterno símbolo de luxo e compromisso, sendo conhecidos por seu brilho e rigidez. 

Sendo compostos por carbono cristalizado sob condições de alta pressão e temperatura, essas pedras multifacetadas podem variar em cores.

Os mais valiosos exibindo uma ausência completa de cor, classificados como “incolores”. 

No entanto, diamantes naturais também podem ocorrer em tonalidades de amarelo, marrom e até mesmo cores vibrantes como azul e rosa.

A lapidação cuidadosa, como o corte brilhante, maximiza o jogo de luz nas faces da gema, intensificando seu brilho característico. 

Geralmente, os diamantes adornam anéis de noivado, brincos, pulseiras e colares, agregando um toque de elegância a qualquer peça de joalheria. 

Além de sua beleza, os diamantes são escolhidos pela durabilidade, podendo ser verdadeiramente eternos e representativos de compromissos duradouros.

Safira

safira

As safiras, com sua rica tradição e apelo místico, são gemas que transcendem o convencional com sua beleza atemporal. 

Como são pertencentes à família do coríndon, essas pedras preciosas exibem uma variedade de cores, sendo o azul a tonalidade mais emblemática. 

A intensidade e tonalidade do azul podem variar, com as safiras “cornflower” sendo particularmente valorizadas pela sua tonalidade azul-celeste.

Além do azul, as safiras podem apresentar-se em tons de rosa, amarelo, laranja e até mesmo em variedades multicoloridas. 

Seu brilho e durabilidade fazem delas escolhas populares para uma variedade de joias, desde anéis de noivado até brincos e colares. 

Opala

Opala

As opalas são consideradas obras-primas da natureza, conhecidas por sua deslumbrante jogada de cores, que parece criar um espetáculo de luz dentro da própria pedra. 

Isso porque são compostas por pequenas esferas de sílica, dispersando a luz, criando padrões iridescentes que variam conforme o ângulo de visão. 

Sua variante mais rara e mais distintiva é a “fire opal”, que exibe uma gama vibrante de cores, incluindo vermelho, laranja e amarelo.

Devido à sua natureza única, as opalas são frequentemente lapidadas em formas que destacam sua jogada de cores, como a lapidação cabochão. 

Por isso, elas são comumente incorporadas em anéis, brincos e colares, adicionando um toque de magia e mistério às peças de joalheria. 

Turmalina

turmalina

Para fechar nossa lista com chave de ouro, não poderíamos esquecer de falar da Turmalina. 

Ela é uma pedra preciosa notável por sua incrível diversidade de cores, sendo também considerada como uma obra de arte da natureza. 

Isso porque sua gama de cores abrangente inclui tons de rosa, verde, azul, amarelo, vermelho e até mesmo bicolor e multicolorida. 

A variedade mais valiosa é a turmalina Paraíba, conhecida por sua tonalidade azul-turquesa intensa, uma das cores mais cobiçadas no mundo das gemas.

Por isso, essa pedra versátil é frequentemente utilizada em uma ampla variedade de joias, desde anéis e brincos até colares e pulseiras. 

Além de sua beleza estonteante, a turmalina é apreciada por suas propriedades piezoelétricas, tornando-a ainda mais fascinante no universo das pedras preciosas.

Como são formadas as pedras preciosas?

As pedras preciosas são formadas ao longo de milhões de anos em processos geológicos complexos. 

A maioria delas tem origem em ambientes subterrâneos, onde altas pressões e temperaturas transformam minerais em cristais preciosos. 

Um exemplo é o diamante, formado a profundidades extremas sob altíssimas pressões. 

As esmeraldas, rubis e safiras, conhecidas como coríndons, nascem em ambientes ricos em alumínio e óxidos, sofrendo metamorfismo para adquirir suas cores deslumbrantes.

As opalas, por sua vez, têm uma formação única, resultante da sílica, se combinando com água em cavidades subterrâneas. 

Já as turmalinas, moldadas por condições geotérmicas específicas, apresentam uma variabilidade única de cores devido à presença de diferentes elementos. 

A formação das pedras preciosas só revela a magia de criação da Terra, onde o tempo e os elementos colaboram para criar verdadeiras maravilhas da natureza.

Onde encontrar jóias com verdadeiras pedras preciosas?

Você quer saber onde realmente encontrar joias com verdadeiras pedras preciosas? Então, você está no lugar certo! A Sara Joias é o lugar ideal. 

A Sara Joias é uma joalheira que produz e vende joias com pedras preciosas desde 1977, sendo a principal representante do Brasil com grandes marcas. 

Temos coleções exclusivas de joias preciosas e eternas, alianças, anéis, brincos, gargantilhas, pendentes, piercings e muito mais! 

Então, não perca tempo e venha conhecer a Sara Joias. Visite uma das nossas boutiques no Rio de Janeiro ou acesse nosso site. 

Quer conhecer os modelos de joias de luxos que temos disponíveis? Então, visite nosso site e veja as pedras preciosas que temos para você! 

Conclusão

Agora que você conhece quais são as pedras preciosas e suas características, já é possível escolher qual é a gema que mais combina com seu estilo e personalidade!

As pedras preciosas são tesouros que vão além da estética, incorporando a história da Terra em suas formas e cores. 

Forjadas ao longo de milênios por processos geológicos complexos, elas oferecem uma narrativa única de pressões, temperaturas e substâncias que moldaram sua beleza singular.

Ou seja, do brilho eterno do diamante à paleta de cores exuberante da turmalina, cada gema é uma formação única da Terra. 

Portanto, ao utilizarmos ou apreciarmos essas joias, mergulhamos na opulência e na riqueza da Terra, revelando uma conexão duradoura entre a natureza e a sofisticação.

Gostou deste conteúdo? Para mais como este, acesse o blog da Sara Joias